Residual Effect of Zinc Application Doses and Methods on Nutrition and Productivity of Corn

DOI: 10.4236/ajps.2015.62034   PDF   HTML   XML   3,691 Downloads   4,275 Views   Citations

Abstract

Zinc is the micronutrient that presents the greatest response in corn grain production. However, the mode of application and the dose used are decisive factors with respect to fertilizer efficiency in the crop. Thus, the objective of the present study was to evaluate the residual effect of zinc application methods and rates on corn nutrition and productivity. The experiment was conducted in the experimental area of the Teaching, Research and Production Farm of the FCAV/UNESP. Soil in the area is classified as dystrophic Dark-Red Latosol (dRL). The experimental setup consisted of a randomized complete block design with four replications. Treatments included three localized Zn doses applied to the soil (planting row); three Zn doses incorporated into the soil at depth of 0 - 20 cm; foliar application, seed application and treatment without addition of Zn. Two evaluations of growth during cultivation were performed. Grain productivity of the crop and the zinc content in soil, leaves and seeds were evaluated. Foliar spraying with Zn simultaneously promoted increased leaf Zn content and basal diameter of the plant. The Zn contents in grains and in the soil, as well as grain yield, were not affected by the Zn application methods or the applied doses. The residual effect of incorporated Zn doses was observed only in the basal diameter and number of leaves at 60 days after emergence.

Share and Cite:

Mari, G. , Prado, R. , Soares, A. , Caione, G. and Campos, C. (2015) Residual Effect of Zinc Application Doses and Methods on Nutrition and Productivity of Corn. American Journal of Plant Sciences, 6, 298-305. doi: 10.4236/ajps.2015.62034.

Conflicts of Interest

The authors declare no conflicts of interest.

References

[1] Agrianual (2013) Anuário da Agricultura Brasileira: Milho. FNP, Consultoria e Agroinformativos, São Paulo, 362-390.
[2] Jamami, N., Büll, L.T., Corrêa, J.C. and Rodrigues, J.D. (2006) Resposta da cultura do milho (Zea mays L.) à aplicação de boro e de zinco no solo. Acta Scientiarum Agronomy, 28, 99-105.
[3] Bataglia, O.C. and Raij, B.V. (1989) Eficiência de extratores de micronutrientes na análise do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Campinas, 13, 205-212.
[4] Büll, L.T. (1993) Nutrição mineral do milho. In: Büll, L.T. and Cantarella, H., Eds., Cultura do milho: Fatores que afetam a produtividade, Potafos, Piracicaba, 145.
[5] Thorne, N. (1957) Zinc Deficiency and Its Control. Advances in Agronomy, 9, 3161.
[6] Dechen, A.R., et al. (1991) Dos micronutrientes nas plantas. In: Ferreira, M.E. and Cruz, M.C.P., Coord., Micronutrientes na agricultura, Instituto de Potassa e Fosfato, Piracicaba, 6578.
[7] Soares, M.A. (2003) Influência de nitrogênio, zinco e boro e de suas respectivas interaçães no desempenho da cultura de milho (Zea mays L.). 93f. Dissertação de Mestrado, Escola Superior Luiz de Queiroz—Universidade de São Paulo, Piracicaba.
[8] Ritchey, K.D., Cox, F.R., Galrão, E.Z. and Yost, R.S. (1986) Disponibilidade de zinco para as culturas do milho, sorgo e soja em latossolo vermelho-escuro argiloso. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 21, 215-225.
[9] Galrão, E.Z. (1994) Métodos de correção da deficiência de zinco para o cultivo do milho num Latossolo Vermelho-Escuro argiloso sob cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 18, 229-233.
[10] Sakal, R., Singh, A.P. and Singh, B.P. (1983) A Comparative Study of the Different Methods and Sources of Zinc Application. Indian Journal Agriculture Science, 17, 90-94.
[11] Furlani, A.M.C. and Furlani, R. (1996) Resposta de cultivares de milho a zinco em solução nutritiva. Bragantia, 55, 365-369. http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051996000200023
[12] Ribeiro, N.D. and Santos, O.S. (1996) Aproveitamento do zinco na semente na nutrição da planta. Ciência Rural, 26, 159-165. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84781996000100030
[13] Lopes, S. and Guilherme, L.R.G. (1992) Fertilizantes e corretivos agrícolas: Sugestões de manejo para uso eficiente. In: Dechen, A.R., Boareto, A.E. and Verdade, F.C., Eds., Reunião brasileira de fertilidade do solo e nutrição mineral de plantas, 20, Piracicaba, 1992. Anais. Campinas, Fundação Cargill, 39-70.
[14] Longnecker, N.E. and Robson, A.D. (1993) Distribution and Transport of Zinc in Plants. In: Robson, A.D., Ed., Zinc in Soils and Plants, Kluwer Academic Publishers, Dordrecht, 79-91.
http://dx.doi.org/10.1007/978-94-011-0878-2_6
[15] Silva, E.S. (1989) Produção de grãos de milho em função de níveis de adubação com zinco e boro aplicados nas sementes e no solo. (Trabalho de Graduação)-Escola Superior de Ciências Agrárias, Rio Verde, 43 f.
[16] Santos, O.S. and Ribeiro, N.D. (1986) Fontes de zinco aplicadas em sementes de milho, em solução nutritiva. Ciência Rural, Santa Maria, 24, 39-44.
[17] Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária-Embrapa (2006) Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. Rio de Janeiro, 306 p.
[18] van Raij, B., Andrade, J.C., Cantarella, H. and Quaggio, J.A., Eds. (2001) Análise química para avaliação da fertilidade do solo. Instituto Agronômico, Campinas, 285 p.
[19] van Raij, B. and Cantarella, H. (1997) Milho para grãos e silagem. In: van Raij, B., Cantarella, H., Quaggio, J.A. and Furlani, A.M.C., Eds., Recomendações de adubação e calagem para o estado de São Paulo, 2 Edition rev., Instituto Agronômico, Campinas, 45-47. (Boletim técnico, 100)
[20] Galrão, E.Z. (1996) Métodos de aplicação de zinco e avaliação de sua disponibilidade para o milho num Latossolo Vermelho-Escuro, argiloso, fase cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 20, 283-289.
[21] Fancelli, A.L. and Dourado Neto, D. (2004) Produção de milho. 2nd Edition, Os Autores, Piracicaba, 360 p.
[22] Puga, A.P. (2010) Modos de aplicação de zinco em milho e sorgo cultivados em Latossolo Vermelho distrófico. Dissertação (mestrado), Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, São Paulo, 101 f.
[23] Cantarella, H., van Raij, B. and Camargo, C.E.O. (1997) Cereais. In: van Raij, B., Cantarella, H., Quaggio, J.A. and Furlani, A.M.C., Eds., Recomendações de adubação e calagem para o estado de São Paulo, 2nd Edition rev., Instituto Agronômico, Campinas, 47. (Boletim técnico, 100)
[24] Bataglia, O.C., Furlani, A.M.C., Teixeira, J.P.F., Furlani, R. and Gallo, J.R. (1983) Métodos de análises química de plantas. Instituto Agronômico, Campinas, 48 p. (Boletim Técnico, 78)
[25] Ferreira, D.F. (2011) Sisvar: A Computer Statistical Analysis System. Ciência e Agrotecnologia, 35, 1039-1042.
[26] Orioli Júnior, O., Prado, R.M., Leonel, C.L., Cazetta, D.A., Silveira, C.M., Queiroz, R.J.B. and Bastos, J.C.H.A.G. (2008) Modos de aplicação de zinco na nutrição e na produção de massa seca de plantas de trigo. Revista de la Ciencia del Suelo y Nutrición Vegetal, 8, 28-36.
[27] Romualdo, L.M. (2008) Modos de aplicação de zinco no crescimento inicial de plantas de milho e de sorgo em casa de vegetação. Dissertação de Mestrado, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 43 f.
[28] Fancelli, A.L. and Dourado Neto, D. (2000) Produção de milho. Agropecuária, Guaíba, 360 p.
[29] Prado, R.M., Romualdo, L.M., Rosane, D.E., Vidal, A.A. and Marcelo, A.V. (2008) Modos de aplicação de zinco na nutrição e na produção de matéria seca do milho BRS 1001. Bioscience Journal, 24, 67-74.
[30] van Raij, B., Quaggio, J.A., Cantarella, H. and Abreu, C.A. (1997) Interpretação de resultados de análises de solo. In: van Raij, B., Cantarella, H., Quaggio, J.A. and Furlani, A.M.C., Eds., Recomendações de adubação e calagem para o estado de São Paulo, 2nd Edition rev., Instituto Agronômico, Campinas, 8-13. (Boletim técnico, 100)
[31] Coutinho Neto, A.M., Orioli Júnior, V., Costa, L.H., Cardoso, S.S., Coutinho, E.L.M. and Barbosa, J.C. (2010) Produção e estado nutricional do milho para silagem em função dos modos de aplicação de zinco. Nucleus, 7, 125-134.
[32] Malavolta, E. (2006) Manual de nutrição mineral de plantas. Ceres, São Paulo, 638 p.
[33] Correia, M.A.R., Prado, R.M., Collier, L.S., Rosane, D.E. and Romualdo, L.M. (2008) Modos de aplicação de zinco na nutrição e no crescimento inicial da cultura do arroz. Bioscience Journal, 24, 1-7.
[34] Faifer, A.T. (2011) Métodos de lavagem de folhas de milho submetidas à pulverização com zinco na presença e na ausência de surfactante. Trabalho de Conclusão de Curso-Bacharel em Ciências Biológicas. Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP, Campus de Jaboticabal, 36 f.
[35] Korndörfer, G.H., Alcantara, C.B., Horowitz, N. and Lana, R.M.Q. (1995) Formas de adição de zinco a um formulado NPK e seu efeito sobre a produção de milho. Scientia Agricola, 52, 555-560. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90161995000300024
[36] Ferreira, A.C.B., Araújo, G.A.A., Pereira, R.G. and Cardoso, A.A. (2001) Características agronômicas e nutricionais do milho adubado com nitrogênio, molibdênio e zinco. Scientia Agricola, 58, 131-138.
http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162001000100020
[37] Kanwal, S., Rahmatullah, A.M. and Ahmad, R. (2010) Zinc Partitioning in Maize Grain after Soil Fertilization with Zinc Sulfate. International Journal of Agriculture & Biology, 12, 299-302.
[38] Welch, R.M. (1986) Effects of Nutrient Deficiencies on Seed Production and Quality. Advances in Plant Nutrition, 2, 205-247.
[39] Igue, K., Blanco, H.G. and Andrade Sobrinho, J. (1962) Influência do zinco na produção do milho. Bragantia, 21, 263-269. http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051962000100016
[40] Decaro, S.T., Vitti, G.C., Fornasieri Filho, D. and Melo, W.J. (1983) Efeitos de doses e fontes de zinco na cultura do milho (Zea mays L.). Revista de Agricultura, 58, 25-36.

  
comments powered by Disqus

Copyright © 2020 by authors and Scientific Research Publishing Inc.

Creative Commons License

This work and the related PDF file are licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.